terça-feira, 3 de maio de 2011

Um encontro programado por Deus


Hoje, dia 03 de maio, ao passear pela tão bela cidade de Roma, estávamos indo buscar o metrô, passando pela Piazza di Spagna, avistamos o Pe. José A. Fortea, autor do livro: Svmma Daemoniaca – Tratado de Demonologia e Manual de Exorcistas. O abordamos e sua gentileza foi excepcional, logo nos convidou, e com a autorização de uma produtora norueguesa, a uma filmagem, para essa produtora, enquanto gravávamos as cenas, aproveitamos para conversar e então ele nos explicou o motivo de ter obeliscos na frente das igrejas católicas, aqui em Roma, a frase que mais ficou em minha mente é: “ uma cruz foi posta em cima deles para indicarem, como seta, a salvação”, pois esses símbolos são pagãos.

Ao fim das gravações, pedimos a ele que explicasse um pouco sobre a oração de línguas sendo ele um padre tradicional, e exorcista, o mesmo utiliza essa oração em seus rituais de exorcismo. Com muita alegria ele nos deu quase sete minutos de entrevista que logo postaremos aqui, nesta entrevista duas coisas me chamaram a atenção: “esse era um dom que eu me esquivava, que eu não queria receber, e dizia, Senhor, me dê qualquer dom, menos o de oração em línguas, é o primeiro que ele me deu foi esse”. E também: “nós não entendemos o que dizermos em oração, mas o demônio  entende”.

Para que melhor? Essas explicações podem trazer para muitas pessoas algumas respostas e quem sabe, uma abertura para o Espirito Santo agir, “O Espirito age quando quer, e nós devemos respeitar isso”. Peço que vejam o Vídeo e entendam tudo aquilo que esse ungindo de Deus tem para nós.

3 comentários:

  1. Manda seu contato para enviarmos pra você?

    ResponderExcluir
  2. soaresjohnny@rocketmail.com

    Podem enviar-me o vídeo ?
    Parabéns pelo post. Pe. Fortea é o cara. ^^

    ResponderExcluir